Ponta Delgada homenageia jornais centenários e Gustavo Moura, e vai criar Núcleo Museológico da Imprensa - Azores Today

Últimas

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Ponta Delgada homenageia jornais centenários e Gustavo Moura, e vai criar Núcleo Museológico da Imprensa



O Município de Ponta Delgada vai homenagear a Imprensa Centenária de Ponta Delgada.
Nos termos propostos pela Comissão Municipal de Toponímia, Distinções Honoríficas e Património Cultural, e aprovados por unanimidade em Reunião de Câmara, vai ser atribuída a Medalha de Ouro do Município aos jornais Diário dos Açores e Correio dos Açores e vão ser colocadas placas evocativas do jornal Açoriano Oriental.
Também vai ser atribuída a Medalha de Mérito Municipal ao jornalista Gustavo Moura e criado o Núcleo Museológico da Imprensa Centenária de Ponta Delgada.
O anúncio foi feito hoje pelo Presidente da Câmara Municipal, José Manuel Bolieiro. “Gratos e honrados, distinguimos quem tem mérito no contexto da comunicação social de Ponta Delgada, dos Açores e de Portugal”, sustentou.
2 de abril, dia do aniversário da cidade, foi a data escolhida para “celebrar a liberdade e a pluralidade de opinião e o papel cultural e identitário que a nossa imprensa presta a Ponta Delgada, aos Açores e a Portugal”, acrescentou o edil, que tem defendido a valorização da comunicação social.


Atribuição da Medalha de Ouro do Município ao jornal Diário dos Açores


O Diário dos Açores foi fundado em Ponta Delgada, a 5 de fevereiro de 1870, por Manuel Augusto Tavares de Resende, tendo comemorado no passado dia 5 de fevereiro o 150.º aniversário da sua fundação.
Trata-se do mais antigo quotidiano do arquipélago dos Açores e do segundo mais antigo jornal diário do país ainda em publicação.
Merece, por isso, o reconhecimento, público e perene, do Município onde nasceu e subsiste.
Em 2010, por ocasião do seu 140.º aniversário, recebeu a Medalha de Mérito Municipal.
Volvidos 10 anos, vai ser distinguido com a Medalha de Ouro do Município, destinada a “agraciar pessoas individuais ou coletivas, nacionais ou estrangeiras, que tenham prestado ao Município serviços considerados excecionais, em qualquer domínio de quem tenham resultado relevantes e reconhecidos benefícios para Ponta Delgada, contribuindo para o seu engrandecimento dentro ou fora do Município”.
A entrega formal da referida distinção vai ter lugar no âmbito da cerimónia comemorativa dos 474 anos da cidade de Ponta Delgada, a realizar a 2 de abril de 2020, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Atribuição da Medalha de Ouro do Município ao jornal Correio dos Açores


O Correio dos Açores foi fundado em Ponta Delgada, a 1 de maio de 1920, por José Bruno Carreiro e Francisco Luís Tavares.
Comemora este ano, no dia 1 de maio, o centenário da sua fundação, sendo um dos mais antigos jornais diários dos Açores e de Portugal ainda em publicação.
Este é, no entender do Município, uma importante efeméride que merece o devido reconhecimento, público e perene, no próprio Município onde este jornal nasceu e subsiste.
Há dez anos foi agraciado com a Medalha de Mérito Municipal. No dia 2 de abril, vai ser distinguido com a distinção máxima do Município: a Medalha de Ouro do Município.

Colocação de placas evocativas do jornal Açoriano Oriental


O Açoriano Oriental foi fundado em Ponta Delgada, a 18 de abril de 1835, por Manuel António de Vasconcelos.
Comemora este ano o 185.º aniversário da sua fundação, sendo o mais antigo jornal português e mesmo de um dos mais vetustos periódicos europeus, ainda em publicação.  
A sua especial importância regional e a sua singular longevidade nacional merecem o devido reconhecimento, público e perene, do próprio Município onde nasceu e subsiste.
Em 2010, foi agraciado com a Medalha de Ouro do Município, a máxima distinção institucional prevista no Regulamento das Distinções Honoríficas Municipais.
A Câmara Municipal entendeu, por conseguinte, que importa identificar, e assim valorizar, nos contextos cultural e turístico do concelho e da cidade de Ponta Delgada, os locais que se encontram historicamente associados ao nascimento do fundador e à fundação do jornal: a casa onde nasceu o fundador do jornal, na Lomba Grande, freguesia do Pilar da Bretanha; e a casa onde fundou o “Açoriano Oriental”, na antiga Lombinha dos Cães, atual Beco António Borges, na freguesia de São José.
As placas serão descerradas no dia 18 de abril de 2020, assinalando os 185 anos da fundação do jornal Açoriano Oriental.

Atribuição da Medalha de Mérito Municipal ao jornalista Gustavo Moura


Gustavo Manuel Soares Moura nasceu em Ponta Delgada, a 16 de janeiro de 1934, e aqui faleceu a 9 de setembro de 2019.
Iniciou a atividade jornalística como colaborador desportivo do então diário Açores, em 1947, e colaborou na secção desportiva do semanário A Ilha, em 1950-1951. Trabalhou no Diário dos Açores, de 1952 a 1966, primeiro como redator desportivo, depois como redator geral. Foi, também, coordenador da informação desportiva do então Emissor Regional dos Açores da Emissora Nacional, de 1953 a 1974, e, ainda, membro da redação e chefe da secção desportiva do jornal Correio dos Açores, de 1966 a 1974.
Foi diretor do jornal Açores, a partir de 1 de janeiro de 1975, e assumiu a direção do jornal Açoriano Oriental, a 1 de janeiro de 1979, quando o primeiro passou a semanário e este último a diário. Dirigiu o mais antigo jornal português, como primeiro diretor da sua fase diária, durante 21 anos, até 7 de julho de 2000.
Entretanto, foi correspondente em Ponta Delgada do Diário de Lisboa, do Mundo Desportivo, da Agence France Presse e da BBC e, posteriormente, colaborador local dos jornais Correio dos Açores e Terra Nostra.
Em 2001, foi distinguido pela Câmara Municipal de Ponta Delgada com o Diploma de Reconhecimento Municipal e pelo Presidente da República Portuguesa com o grau de Grande-Oficial da Ordem de Mérito.
Por ter sido um dos mais marcantes jornalistas de Ponta Delgada durante a segunda metade do século XX, e atendendo ao seu envolvimento cívico, designadamente como membro destacado do Instituto de Estudos Estratégicos Internacionais, Rotary Club de Ponta Delgada, Skal clube dos Açores ou Comissão Municipal de Toponímia de Ponta Delgada, o Município vai prestar-lhe, a título póstumo, homenagem.  

Núcleo Museológico da Imprensa Centenária de Ponta Delgada


Ponta Delgada é a cidade-berço de três importantes jornais diários dos Açores e de Portugal, a Câmara Municipal considera que importa dar um primeiro passo para a futura concretização de um projeto, desde há muito desejado e adiado, de progressiva instalação de um Museu da Imprensa Açoriana.  
Será instalado no ré-do-chão do edifício municipal de interesse histórico sito à Rua do Pedro Homem, que se encontra estrategicamente localizado no centro histórico da cidade.
Numa primeira fase, deverá reunir parte disponível do acervo histórico dos jornais Açoriano Oriental, Diário dos Açores e Correio dos Açores, sob a forma de coleção permanente de caráter visitável.


Fonte: C. M. Ponta Delgada

Sem comentários:

Publicar um comentário