Brigitte Pinter e Kodo Yamagishi - Azores Today

Últimas

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Brigitte Pinter e Kodo Yamagishi


Brigitte Pinter e Kodo Yamagishi em concerto no Teatro Micaelense

No próximo sábado, 10 de novembro, o Teatro Micaelense acolhe um concerto pela soprano Brigitte Pinter com o pianista Kodo Yamagishi.

O programa do concerto, que integra e edição 2018 do Festival de Música dos Açores, inclui obras de Alma Mahler, Arnold Schoenberg, Dirk D’Ase, Gustav Mahler e Kurt Weill / Bertolt Brecht.

A soprano austríaca Brigitte Pinter estudou, sob a recomendação pessoal do Maestro Claudio Abbado, na prestigiada Julliard School, em Nova Iorque. Depois do regresso à Europa, Brigitte Pinter foi premiada na International Belvedere Competition, em Viena, o que impulsionou uma bem-sucedida carreira internacional como mezzo soprano. O Maestro Riccardo Muti convidou-a, em 2007, para o La Scala Di Milano. Desde então, trabalharam juntos no Ravenna Festival e com a The New York Philharmonic, no Avery Fisher Hall, em Nova Iorque, Viena e Roma. Em 2010, a artista completou a transição para o repertório de soprano dramático, com a sua estreia como Elektra, na ópera de Richard Strauss, no Teatro La Fenice, em Veneza, sob a direção do Maestro Eliahu Inbal. Brigitte Pinter tem interpretado, nas grandes capitais musicais, por todo o mundo, inúmeros papéis de soprano dramático, como Isolda, Brünnhilde, Kundry, Vénus, Electra, Salomé, entre muitos outros.

Nascido no Japão, Kodo Yamagishi viveu em Viena, onde estudou piano, pedagogia instrumental, canto, composição e direção musical, no Conservatório de Viena e na Universidade de Música de Viena, onde obteve o mestrado (Magister Artium). Residente em Portugal, desde a temporada 2004/05, Kodo Yamagishi desempenha funções como maestro assistente no Teatro Nacional de São Carlos. É professor convidado na Universidade de Évora e maestro da Orquestra clássica da mesma instituição. O músico tem colaborado com diversas outras instituições, em diferentes países, tais como: o Pfalztheater, na Alemanha; o Teatro de Ópera Estadual, em Istambul; o Choeur Sainte Thérèse de Fort de France, na Martinica; a Pro-arte Wien da Universidade de Música, em Viena; a Filarmónica Nacional de Oradea; a Orquestra Sinfónica do Cairo; a Orquestra Sinfónica Szombathely; a Orquestra Sinfónica do Estado de São Paulo; a Orquestra Sinfónica Portuguesa, entre outras. Foi vencedor do Prémio “Finalista” (2ºlugar) do “II concurso internacional de direção orquestral Prémio OSESP (Orquestra Sinfónica do Estado de São Paulo)”, em São Paulo, Brasil.

A edição 2018 do Festival de Música dos Açores realiza-se de 9 a 18 de novembro, nas ilhas de Santa Maria, São Miguel, Faial, Pico e São Jorge. O festival é um projeto da Associação Cultural Jazzores, que conta com o patrocínio do Governo dos Açores e da Embaixada da Áustria e com os apoios das Câmaras Municipais de Vila do Porto, Lajes do Pico, Calheta, Velas e Ponta Delgada, bem como do Solar dos Noronhas e do Teatro Micaelense.

Fonte: Teatro Micaelense

Sem comentários:

Publicar um comentário